terça-feira, 29 de maio de 2018

Nossa receita - Parte 2

(Pedro Marra)

(Foto: divulgação)

Pra você calar a minha boca,

só tem um jeito.

Com uma colher de sopa,

do seu beijo.

Produção: 3 de abril de 2018.

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Nossa receita - Parte 1

(Pedro Marra)

(Foto: divulgação)

Coloque 2 colheres de sopa de chamego.

2 xícaras do meu sorriso.

1/2 colher de chá do meu cheiro.

Fez isso?

Pegue um copo cheio de cafuné,

misture até não termos resistência,

em nos beijar.


Jogue uma pitada da sua silhueta.

Leve ao forno.

Mas não entre em apavoro.

Quando der 30 minutos,

vamos nos encontrar,

e eu não vou te dar um bolo.

Produção: 27 de abril de 2018.

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Conto eterno

(Pedro Marra)

(Foto: João Stangherlin)

O carnal,

que não é banal,

faz do meu toque,

essencial,

na sua pele.


Meu olhar,

teatral,

não te deixa no cerne,

da minha vida.


Apenas te quero,

como personagem principal.


Que tal?!


Produção: 9 de maio de 2018.

terça-feira, 8 de maio de 2018

Movimento

(Pedro Paulo Marra)

(Foto: João Stangherlin)

Vindo de baixo,

as formigas do Estado,

criam um movimento de luta.

Puro estado de labuta.


Produção: 28 de março de 2018.

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Smack saboroso

(Pedro Marra)

(Foto: divulgação/Flickr)

- Quer um beijo e um queijo?

- Não.

- Só quero o seu beijo.

-  Por quê?

- Porque é mais gostoso.


Produção: 13 de abril de 2018.

terça-feira, 17 de abril de 2018

Como amar? (parte 2)

(Pedro Marra)

(Foto: divulgação)

Amor, eu te amo.

Amor, eu te amo.

E é muito bom poder sentir isso,

com o olhar longe de ser omisso.


Meus olhos caem aos prantos,

não porque eu curto sua "vibe",

gosto de você ou...

ficamos direto.

Mas porque toda vez que nos olhamos,

só sinto a pilha de dizer a melhor das gírias.

"Eu te amo".

Produção: 1º de abril de 2018.

domingo, 15 de abril de 2018

Como amar? (parte 1)

(Pedro Marra)

(Foto: divulgação)

Amor, eu te amo.

Amor, eu te amo.

É muito bom poder dizer isso.

Porque eu te amo,

não só lá dentro,

como também lá fora,

na sua forma de andar,

de colher meus sorrisos,

pra nunca ir embora.


Amor, eu te amo.

Desde o seu gosto pelas cores,

que me cativam,

à sensualidade dos seus sapatos,

que me instigam.


O seu rosto molhado após o banho,

é a resposta para o meu calor.


Momentos assim,

olho para dentro de você.

Sim!

Consigo olhar dentro de você.

Sabe por quê?

Porque eu sei dizer,

e sentir,

o tal do...

"Eu te amo".


Produção: 1º de abril de 2018.