domingo, 30 de outubro de 2016

Poerótico

(Pedro Paulo Marra)

(Foto: Divulgação)

Olá, meu nome é Poesia.
E não costumo fazer rapidinhas.
Sou a escrita que te arrepia.
Que goza o prazer da rima.
Sussurra na sua nuca, da palavra mais simples à mais absurda.

Seu olhar me deixa sedenta,
a não parar de rimar, rápido ou até em câmera lenta.
E abuse de mim quando eu dominar seus sentimentos.
Porque meu amor é 0800.

Produção: 27 de outubro de 2016. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário